Curta o GBC Siga o GBC 


Bosque da Esperança por Heberton Lopes11

Local receberá missas, apresentação do coral ‘Crianças de Santa Luzia’, chuva de pétalas, mensagens e soltura de balões

Clique aqui e faça o download de imagens de divulgação

A direção do Bosque da Esperança Cemitério Parque está preparando uma belíssima homenagem para as pessoas que forem reverenciar seus entes queridos no próximo Dia de Finados (02/11 – segunda). A expectativa é que cerca de 40 mil pessoas visitem o Parque durante o horário de funcionamento: das 07h às 18h.

Para melhor comodidade das pessoas que irão ao Bosque da Esperança, a direção organizou quatro missas. Na véspera de Finados, no dia 01/10 será realizada uma missa às 10h da manhã. No dia 2, serão três missas: às 08h, às 11h e às 16h, todas no hall principal. Haverá um posto de saúde à disposição das pessoas, para aferição de pressão. Logo após a missa das 08h, um helicóptero sobrevoará o Bosque da Esperança espalhando pétalas de rosas, num belíssimo e perfumado espetáculo. E a seguir, o Coral Cantores de Santa Luzia fará uma pequena apresentação.

Bosque da Esperança

O Bosque da Esperança Cemitério Parque tem 500.000 m2, sendo que 70.000 m2 são de bosque natural e preservado. Atualmente tem 25 mil sepultados. Ano passado, no Dia de Finados o local recebeu 35 mil pessoas, sendo que 8 mil foram de carros e 18 mil de ônibus e outros veículos.

Linhas de ônibus que chegam até o Bosque da Esperança, partindo do centro: Estação Tamóios MOVE 62 / 65 / 66, descer na estação Vilarinho e pegar os circulares 736, 737, 738 e 739. Para quem for de carro, o Bosque da Esperança possui estacionamento gratuito limitado para 1000 carros. Em suas dependências também oferece flora e lanchonete.

Chuva de Pétalas

No final da Missa, helicóptero promoverá a já tradicional ‘chuva de pétalas’ espalhando cores e perfumes de rosas em toda a extensão do Bosque da Esperança, sobre os visitantes que estiverem ali prestando homenagens aos seus entes queridos.

Programação

08h – Missa celebrada pelo Padre José Alves de Deus (Padre Zezinho) Capelão do Bosque da Esperança – acompanhado pelos Meninos Cantores De Santa Luzia – ”Coral Mater Ecclesiae“ regido pelo maestro Cleber de Castro e pelo maestro auxiliar João Carlos Rosolini.

Apresentação artística dos Meninos Cantores de Santa Luzia. Coral Mater Ecclesiae que interpretará grandes sucessos da música internacional e brasileira

09h30 – Chuva de pétalas

10h30 – Soltura de balões para o céu

11h – Missa celebrada pelo Padre Joaquim acompanhada pelo conjunto Musical da Paróquia Nossa Senhora do Belo Ramo.

14h – Culto Evangélico – celebrado pelo Pastor Divino Antônio dos Santos (Igreja Getsêmani )

16h – Missa celebrada pelo Padre José Alves de Deus (Padre Zezinho) – Capelão do Bosque da Esperança. Esta missa será acompanhada pelo conjunto Musical da Paróquia Nossa Senhora do Belo Ramo.

“Mensagem dos Balões” – Balões para o céu

Todos que forem ao Bosque da Esperança receberão um balão colorido. Nele poderão escrever mensagens e depois (às 10h30) serão soltos para flutuarem no céu. Esta é a segunda vez que a administração do Bosque da Esperança realiza este projeto que tem como objetivo tornar o Dia de Finados mais leve. Balões brancos flutuando no céu remetem alegria e paz. Ano passado fez grande sucesso e milhares de balões foram soltos ao céu, promovendo um belíssimo visual.

Coral Mater Ecclesiae – Meninos Cantores de Santa Luzia

Em 15 de agosto de 1995, por iniciativa do Padre José Januário Moreira, nascia em Santa Luzia, o Coral Mater Ecclesiae. Em menos de dois anos o Coral já fazia parte da Federação Nacional de Meninos Cantores do Brasil e da Federação Internacional Pueri Cantores com sede em Roma.

Filiado ao Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente da cidade de Santa Luzia o Coral é membro efetivo não governamental e hoje a Instituição desenvolve projetos de ações sócio-educativas e trabalho de apoio sócio-familiar, direcionado a seus coralistas e respectivas famílias.

Conhecido como Meninos Cantores de Santa Luzia, o Coral tem em sua formação 45 titulares, com idades entre 08 e 20 anos. Além dos titulares, futuros cantores participam de cursos preparatórios para o ingresso no coral.

Do canto gregoriano, passando pela música sacra e profana renascentista, a peças contemporâneas de caráter folclórico e popular, o Mater Ecclesiae teve sua ascensão extraordinária, devido ao brilhante material humano encontrado em Santa Luzia.

Qual legado quero deixar para o futuro?

Com o objetivo de levar estas pessoas a refletirem sobre suas vidas, lança o projeto “Qual o legado quero deixar para o futuro? Trata-se de uma campanha nacional realizada em conjunto com o Sincep (Sindicato dos Crematórios e Cemitérios Particulares do Brasil) e Acembra (Associação Cemitérios e Crematórios do Brasil) – que convida a todos refletirem sobre a importância que os legados têm para o futuro. As pessoas que forem no Dia de Finados homenagear seus entes queridos no Bosque da Esperança serão convidadas a participar deste projeto e as mensagens escritas numa borboleta de papel, serão colocados numa árvore que ficará exposta durante o dia.

“Siga sua intuição. Cuide de quem ama. Investigue, observa, aprenda. Certamente você já ouviu algum destes ensinamentos de alguém e lembra-se deles com carinho. Quantas vezes nos pegamos reproduzindo os mesmos conselhos que recebemos dos nossos pais, avós e amigos? Essa corrente de sabedoria popular é o legado que traspassa gerações e que levamos de mais importante na vida: a memória das pessoas que amamos. ”

Outras informações: (31) 2104 6868 ou (31) 3454 2200

Assessoria de Imprensa:

Christina Lima – (31) 3274 8907 | (31) 99981 4879

Heberton Lopes – (31) 3077 0606 | (31) 98988 7616