Curta o GBC Siga o GBC 


“O que eu quero fazer antes de Morrer?”

"Anjos" estão nas ruas de Belo Horizonte para colher os desejos das pessoas
“Anjos” estão nas ruas de Belo Horizonte para colher os desejos das pessoas

Em duas semanas mais de 5 mil pessoas já participaram da campanha

 Com esta simples pergunta e com o objetivo de levar as pessoas a refletirem sobre como estão levando a sua vida, o Parque Renascer, Bosque da Esperança e Funeral House estão promovendo, durante o mês de novembro, a campanha “Valorização da Vida – Falar na morte para pensar na Vida”.

Idealizada pelo SINCEP – Sindicato dos Cemitérios e Crematórios Particulares do Brasil, a campanha foi iniciada no dia de Finados para acontecer nos Cemitérios, com as pessoas que lá foram homenagear seus entes queridos.

Aqui em Belo Horizonte a campanha foi ampliada e, além de ter sido realizada nos cemitérios Parque Renascer e Bosque da Esperança e na casa de velórios Funeral House, ela acontece até o final de novembro em vários pontos da cidade.

Até agora, cerca de 5 mil pessoas já responderam e participaram da campanha. Os pedidos variam entre os materiais (comprar uma casa, trocar de carro, fazer uma viagem), sentimentais (ver meus filhos crescerem com saúde, voltar para a esposa, ficar mais tempo com minha família, ser feliz) e outros diversos desejos (ver meu time ganhar a copa, ganhar na loteria, ficar rico etc).

A campanha “O que quero fazer antes de morrer” acontece de forma lúdica e interativa. O objetivo é levar o público à dedicar alguns minutos para pensar sobre a vida que está vivendo, refletir sobre seus sonhos e a realização dos mesmos.

Monitores vestidos de anjo abordam as pessoas e perguntam: “O que você quer fazer antes de morrer?”. Os participantes escrevem os seus desejos numa linda borboleta colorida. No dia 29 de novembro, às 11h, na Praça Tiradentes, todas as borboletas com os pedidos serão amarradas por fitinhas em balões a gás e serão soltas ao céu, proporcionando uma linda imagem.

Significado da borboleta: além da sua suavidade e diversidade de cores, a borboleta é o símbolo da alma, pois da mesma forma que ela libera o casulo para voar, o espírito também se liberta do corpo físico para o infinito. Também está relacionada à mudança: o poder da borboleta é como o ar, é a habilidade de conhecer a mente e mudá-la, é a arte da transformação.

Tradição em promover eventos culturais: as empresas Parque Renascer, Bosque da Esperança e Funeral House são reconhecidas pelos inúmeros patrocínios a peças de teatro, lançamento de livros, exposições fotográficas e shows musicais. O projeto cultural Aqui Jazz (apresentação musical em praças públicas de BH e Contagem uma vez por mês) – completou 10 anos de realização. Também patrocinou a restauração de 24 livros, do Cemitério do Bonfim. Nestes livros estão todos os óbitos que foram realizados no cemitério municipal desde a fundação de BH.

Assessoria de Imprensa:

Christina Lima: (31) 3274 8907 – (31) 9981 4897

Heberton Lopes: (31) 3077 0606 – (31) 8855 1219