Curta o GBC Siga o GBC 


????????????????????????????????????

Atividades educativas e os shows de Pé de Sonho, Coração Palpita, Orquestra Gafieira de Ouro e o encontro de Samuel Rosa e Lô Borges no palco movimentaram a Praça Tiradentes; eventou contou com a assessoria de imprensa do Grupo Balo de Comunicação

Por Felipe de Jesus/GBC Conteúdo

Clique aqui para fazer o download de fotos em alta resolução (os nomes dos personagens constam nos nomes dos arquivos)

Crédito das fotos: Hendrix Ribeiro/GBC Conteúdo

Crédito do texto: Felipe de Jesus/GBC Conteúdo (reprodução livre desde que a fonte seja citada)

Um dia memorável para moradores, estudantes universitários e turistas. Assim foi a 6ª edição do festival “Momentos Aymoré” realizada no último sábado (20) na Praça Tiradentes, em Ouro Preto. O evento promoveu, gratuitamente, atrações e atividades para toda a família, com oficinas educativas para as crianças, shows infantis dos grupos Coração Palpira e  Pé de Sonho, a apresentação da Orquestra Gafieira de Ouro e o show de Samuel Rosa e Lô Borges, que tocaram hits conhecidos do Clube da Esquina e do Skank. Cerca de 7 mil pessoas passaram pela Praça Tiradentes.

O  gerente de marketing da Aymoré, Anderson Freire, disse que o Momentos Aymoré surgiu para retribuir o carinho que o público mineiro tem com a marca há muitos anos. “O Momentos Aymoré nasceu há dois anos diante de um desejo da marca em retribuir o carinho que os mineiros têm, levando cultura e shows com os principais artistas nacionais por toda Minas Gerais. Por onde passamos procuramos também integrar artistas locais para participar do evento. Falamos de uma marca que tem como foco  retribuir o carinho da família mineira e por isso, Pouso Alegre será o nosso próximo destino”, disse, já adiantando a próxima parada do projeto.

A primeira atração a subir no palco foi o grupo Coração Palpita, que cantou e brincou bastante com as crianças. De acordo com a vocalista Marina Luca, foi muito bom poder participar do evento. “Sempre procuramos tocar músicas autorais para provocar a interação das crianças e pais e eventos assim, abertos e gratuitos é melhor ainda para mostrarmos nosso trabalho. As pessoas precisam criar uma cultura de que existem shows para as crianças e não só para adultos. Essa iniciativa da Aymoré foi muito bacana e deixou claro que existe espaço para todos. O que posso dizer é que meu coração palpita pelo Momentos Aymoré”.

Em seguida, o grupo Pé de Sonho subiu ao palco do Festival. A banda que é formada também por crianças, tocou diversas canções infantis conhecidas. O músico Weber Lopes, integrante do grupo, parabeniza a iniciativa. “Foi bom estar incluído em um evento onde o bem-estar da banda e do público foi uma preocupação da organização. Em minha opinião, eventos gratuitos são uma parte importante para o acesso a cultura e é bom saber que crianças e adultos gratuitamente puderam nos conhecer e cantar muito com a gente”, comentou.

O samba tomou conta da Praça Tiradentes quando a Orquestra Gafieira de Ouro subiu ao palco. Com um repertório que apresentou clássicos de grandes nomes da música, como João Nogueira, Bete Carvalho e outros nomes, além de canções autorais, o grupo fez o público cantar e dançar. O vocalista Felipe Soares disse que o evento foi uma ótima oportunidade para as pessoas conhecerem ainda mais as músicas e o trabalho da Orquestra. “Foi uma surpresa muito boa ser convidado para tocar aqui hoje, só temos a agradecer. É um evento de fomento a cultura aonde vimos famílias e jovens bem felizes e animados. A organização mais do que acertou nesse evento, pois é uma marca que serve toda a família e tem tradição. Em minha opinião, um evento muito importante para toda a comunidade de Ouro Preto também”, salientou.

Um dos shows mais esperados pelo público foi o encontro de Samuel Rosa e Lô Borges Lô Borges no palco. Com o carisma já conhecido pelo público mineiro, Lô Borges disse que é um prazer estar no festival Momentos Aymoré e tocar ao lado de seu amigo Samuel Rosa “Misturar o repertório dos anos 70, da minha carreira, com o repertório do Skank, foi uma coisa muito criativa. Eu vejo como uma coisa benéfica para  música brasileira”, completou.

Na apresentação, Samuel Rosa comentou com os fãs que tocar as músicas do Lô Borges em um show era um sonho antigo dele, principalmente em Ouro Preto. “Em 2001 estive aqui com Skank para gravar nosso DVD ao vivo, foi muito bom e estava cheio também. Agora volto a cidade com Lô nessa parceria musical para tocarmos juntos para todos vocês. Não estou sendo sentimentalista, mas sempre quis tocar essas músicas do Clube da Esquina em Ouro Preto. Era realmente um sonho estar aqui junto com o meu amigo Lô Borges”, comentou. Os dois tocaram grandes sucessos como: Te Ver, Trem Azul, Para Lennon e McCartney e diversas outras músicas.

Um evento para a família

Para o casal Silvânia Quirino e Carlos Roberto Quirino, moradores de Ouro Preto, o festival trouxe muita diversão para as crianças além das atividades educativas. “Sou aqui mesmo de Ouro Preto e é a primeira vez que vimos uma atividade como essa na cidade. Foi muito bom poder proporcionar isso para meu filho”, disse Silvânia. Já para Carlos Roberto, as oficinas foram bem divertidas. “Achei o evento muito bacana, pois foi uma forma das crianças conhecerem novos amigos e aprenderem novas coisas. É uma forma de fazer as crianças saírem de casa para se divertirem”, completou.

A boa organização do evento foi destacada pelo casal Iasmin Dutra Corrêa e Nilo da Silva Neto. “Achei muito legal e divertido ter esse tipo de atividade na cidade, um evento voltado para toda a família”. Para Nilo foi muito divertido e diferente. “Foi uma atividade nova na cidade, pois poucos eventos desse acontecem em Ouro Preto. Aproveitamos para registrar o momento e tiramos uma foto personalizada”, disse, saindo da cabine fotográfica disponibilizada pelo Programa Cultural Momentos Aymoré.

O analista de logística Fabrício de Paula saiu de Belo Horizonte para participar do evento. “Foi muito bom poder estar aqui e curtir o show do Lô Borges que é um cantor que eu gosto demais. Ouro Preto é uma cidade muito bonita e tem uma alegria contagiante”. Sua namorada Rosana Ramos, costureira e moradora de Belo Horizonte veio pela primeira vez na cidade e disse que as atrações foram bem escolhidas. “Gostei muito das atrações musicais, foram muito bem selecionadas e combinaram com o clima da cidade. O Lô Borges é um cantor maravilhoso e ver ele e perto foi muito bom”, completou.

Nelson Ferreira, que é cadeirante e estava acompanhado por sua família, destacou a preocupação da produção do evento com a acessibilidade. “Tudo muito bem organizado, prova disso é que tiveram todo cuidado para ajudar as pessoas cadeirantes como eu. Em várias partes do evento tinham espaços para nós. Estão todos e parabéns”, comentou.

Oficinas

Além dos shows, o Momentos Aymoré ainda proporcionou para as crianças muita alegria com o Espaço Kids. Rafael Henrique de Farias César, que foi instrutor do espaço, disse que a ideia era exatamente a de fazer as crianças soltarem a criatividade aprendendo a reciclar. “Desenvolvemos uma oficina de educação ambiental pegando desde copos e garras de plástico usado para transformar em cofrinho e outras peças. Pelo o que vimos foi tudo foi muito novo para as crianças, mas percebemos que elas entenderam bem o recado que queríamos passar. Com certeza elas chegaram em casa vendo que nem tudo precisa ser jogado fora”, concluiu.

Próxima parada

A cidade de Pouso Alegre, no Sul de Minas Gerais, foi escolhida para sediar o último evento do ano do Programa Cultural“Momentos Aymoré. No sábado, 3 de setembro, a partir das 14h, o Pátio da Rodoviária será palco para os shows gratuitos da Patronagens BandTrio Scuba e também o encontro de Samuel Rosa e Lô Borges.